5 pontos chave para os Cardinals chegarem no Super Bowl de 2017

Reunião de Pré Jogo
Reunião de Pré Jogo - Fonte: azcardinals.com

1. Confiança

Os Cardinals decidiram não ir atrás do cornerback oposto de Patrick Peterson, o que significa que manteremos a mesma filosofia do ano passado. Tenha confiança nos caras que você já tem, até que eles provem que você estava errado (Mike Jenkins e Marcus Coopers no último ano). Nesse ano, os Cardinals tem apostado em Justin Bethel, Brandon Williams, e mais recentemente, Ronald Zamort e Tramon Wiliams. Conseguirá Justin Bethel fazer o necessário e evoluir? Esse será outro ano para Brandon Williams desenvolver-se? Isso significa que Ronald Zamort terá a chance de competir pela vaga de cornerback? Os Cardinals não ganharão um Super Bowl antes que Bethel, Brandon ou Tramon consigam evoluir. Iso significa seguir confiante mesmo depois dos erros.

2. Elenco para substituir

De alguma forma os Cardinals já estavam preparados para perder Calais Campbell, por isso Robert Nkemdiche foi draftado. Nkemdiche precisa dominar o oponente semana após semana, e ser “o cara” na linha. Parar corridas e ser dominante, foi o que fez Campbell famoso. Nkemdiche precisa chegar nisso. Talvez pro-bowl?

3. Linha ofensiva

Sim, a linha dos Cardinals precisa melhorar, para que possamos ter ter uma chance. Por mais que alguns fãs duvidem de Palmer, ele tem o que é preciso. Se Carson Palmer tiver tempo, realisticamente falando ele consegue lançar passe muitos difíceis. O Palmer de 2015 foi excelente, lançando para recebedores abertos e jogando bem no pocket. Na última temporada tudo isso foi por água abaixo, com uma linha catastrófica. A transição de Jared Veldheer e D.J. Humphries precisa ir bem. Nada no nível de pro-bowl, mas pelo menos dentro da média. Não há necessidade de Humphries ser um paredão, ele só precisa manter o pocket limpo, na maioria dos jogos. Se os Cardinals querem vencer o Super Bowl, tudo depende de manter Palmer protegido.

4. Lesões

Isso é fundamental para ganhar o Super Bowl. Se nossas peças principais se machucarem (o que não é muito difícil de acontecer) vai ficar bem complicado. Tyrann Mathieu perdendp mais do que 5-6 semanas, nossas chances são muito baixas. Aqui vai uma lista de caras que NÃO PODEM perder muitos jogos: Carson Palmer, David Johnson, Tyrann Mathieu e Chandler Jones. Talvez Patrick Peterson, D.J. Humphries e Markus Golden possam entrar na lista, mas deve ter algum plano de contingência. Justin Bethel, Tramon Williams, e Brandon Williams podem substituir por curtos períodos. Não esquecendo que Tyrann também joga de slot, sendo que Budda Baker pode ser substituto, se necessário.

5. MVP

David Johson estava sendo considerado como MVP no último ano, e pode ser considerado novamente. O objetivo do running back no último ano era conseguir 1.000 jardas correndo e 1.000 recebendo. Se ele conseguir fazer isso, o prêmio de MVP pode ficar bem próximo. Não estamos falando só de ganhar o prêmio, mas ele manter o nível alto. Por que isso é tão importante para os Cardinals conseguirem o Super Bowl? Porque realisticamente falando, o time depende muito dele. Se Palmer conseguir os números de 2015 e David conseguir as 1.000/1.000 jardas, então teremos um ataque muito forte. Pense nisso, não tem como perder os playoffs com 2 peças ofensivas tão boas.

Fonte: Revenge of the Birds

About Gabriel Pereira 40 Articles
Torcedor do Arizona Cardinals desde 2012 e fundador do site Os Cardeais. Traduz textos, legenda alguns vídeos, atualiza a página no facebook, faz um pouco de tudo.